Computadores e cérebros quânticos

Lá estava eu conversando com meu colega, Locke (não o filósofo John Locke), sobre computadores quânticos, algo que ele lera a respeito recentemente. Ele mencionou um exemplo interessante que serve para ilustrar bem as potencialidades do computador quântico, é o seguinte:

Como achar o nome de uma pessoa na lista telefônica, sendo que você tem apenas o número? No computador eletrônico (o que usamos atualmente) temos dois procedimentos: tentar “chutar” até achar ou ler os nomes um a um até chegar naquele nome cujo número coincida com o número que você tem. No computador quântico, é só colocar todos os números de telefone ao mesmo tempo para serem lidos e achar o nome. Como ele me disse… ” o negócio tem um paralelismo surreal”.

Uma coisa interessante que notamos, é que como são construídos os algoritmos para computadores quânticos? Ainda não temos um pc quântico para testar eles. Atualmente, o número de algoritmos não passa de 100 (posso estar errada, mas é o que me parece). Como aqueles pesquisadores da computação quântica conseguem imaginar um algoritmo quântico? Provavelmente com a ajuda da boa física quântica, simuladores de pc quânticos (podem simular razoavelmente, mas não com precisão, ou seja, não consegue ter a incerteza inerente aos cálculos quânticos… que paradoxo), além de que, o cérebro pode ser considerado “meio quântico”, já que ele também é capaz de um paralelismo que nenhum outro sistema computacional eletrônico tem. Fora a velocidade, que é bem lenta, nós somos capazes de processar muitas informações ao mesmo tempo e entendê-las.

E uma coisa que nos torna superiores às IAs pode ser expressa na seguinte frase (não sei quem é o autor):
” Inteligência verdadeira é a capacidade de encontrar diferenças em coisas semelhantes, e encontrar semelhanças em coisas diferentes. ”
Isso, além de outros detalhes, ainda não foi conseguido por uma máquina. Quando a humanidade chegar à computação quântica de fato, estaremos a 1 passo de reproduzir a verdadeira IA.

Anúncios

Sobre giseli

Eu: Engenheira, sedenta por bits e chocólatra assumida. Além de ser fã de IAs, principalmente Wintermute e HAL9000
Esse post foi publicado em Computação, Variados. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Computadores e cérebros quânticos

  1. Danilo Egea Gondolfo disse:

    Muito bom seus comentários, alias todos são… 🙂

  2. Locke ( não sou o filosofo ) disse:

    Oi Gi, que legal gostei muito do seu texto =D

  3. Esta é a evolução da lógica computacional, partindo do meio clássico e voando para o meio quântico, literalmente!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s