Snowcrash

Snowcrash é uma viagem delirante! Digamos que seja um primo de Neuromancer, mas a história é bem mais densa e com um enredo mais complexo. E tem discussões, que a início, parecem non-sense, já que no meio da história há discussões sobre lingüística, antropologia, religião, mitos sumérios, geopolítica, etc. Entremeadas com tiradas de sátira e humor negro.
Na contra-capa do livro, já se pode ter uma idéia do enredo, o personagem principal é Hiro Protagonist, um hacker free-lancer que trabalha para a Máfia entregando pizzas e também é um samurai que sempre anda com suas katanas e wasizaki, tanto na Realidade como no Metauniverso onde se pode andar como um avatar pelos cenários virtuais (sucessora da Internet no livro – alguém aí se lembrou do Second Life?). A história é um tanto bizarra, mas com tons de plausibilidade. Who knows?
A história começa a desenrolar quando um de seus melhores amigos é infectado por um vírus perigoso chamado Snowcrash que, além de infectar computadores, pode infectar as células do cérebro. Aí só lendo o livro para ver como a coisa anda. 🙂
Uma coisa que eu não sabia é que Snowcrash, apesar de não ter sido o primeiro a usar o termo em sânscrito “avatar”, popularizou o uso dessa palavra, passando a ser um termo “de fato” que descreve corpos virtuais em 3D.
Uma sacada genial nesse livro é o Metauniverso, que pode muito bem ser o próximo passo da internet, já que a tendência da internet é sair do 2D e ir para o 3D. A Web 2.0 é apenas o passo inicial disso, muita coisa ainda vai aparecer…
A tradução em português do livro está prevista para ser lançada até o final do ano pela editora Aleph. Recomendo a leitura. 🙂

Snowcrash – Artigo da Wikipedia
Site oficial de Neal Stephenson
Metauniverso – Artigo da Wikipedia

Anúncios

Sobre giseli

Eu: Engenheira, sedenta por bits e chocólatra assumida. Além de ser fã de IAs, principalmente Wintermute e HAL9000
Esse post foi publicado em Ficção, Livros. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Snowcrash

  1. Christie disse:

    Uau, admito que o Stephenson foi muito mais longe com o seu Metauniverso!! Vou querer ler, sem dúvidas!

    Beijokas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s