Planetas quânticos + random()

Existem os planetas quânticos?
Se existissem, faria sentido ter vida nesses planetas? Já que eles podem desaparecer num piscar de olhos e reaparecer em outros, aos caprichos da função de onda da mecânica quântica. Talvez sim, uma vida efêmera.
Isso não é nada, se pensarmos que somos filhos das flutuações quânticas. O Universo surgiu a partir de uma flutuação maior que as outras e que trouxe instabilidade àquele mar quântico de existências indefinidas, tendo como consequência, uma explosão que originou tudo que vimos agora.
O espaço tempo é espumoso e quântico. Dentro de nossas células, entrando profundamente nas moléculas e proteínas que sustentam nosso corpo, passando ao nível dos quarks e glúons, contemplamos aquelas partículas misteriosas e fantasmagóricas, aquelas que dão origem à massa, as Higgs da vida. E o que tem além disso? Só espuma e incertezas, nada mais. Então, entre algumas ordens de grandeza, passamos da existência para a mera incerteza da existência.

Anúncios

Sobre giseli

Eu: Engenheira, sedenta por bits e chocólatra assumida. Além de ser fã de IAs, principalmente Wintermute e HAL9000
Esse post foi publicado em Nada a ver. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s