Mestres e suas lições

Fuçando aqui e acolá, me deparei com um artigo da revista Vida Simples sobre mestres.
O artigo é interessante, fala sobre a importância de ter mestres, já que, como diz um parágrafo lá, “reconhecer o que aprendemos de bom é um dos grandes prazeres”.

Forcei um pouco a minha memória (que precisa urgente de um defrag) para ver se eu tive algum mestre (além dos pais, claro, com eles a gente sempre aprende algo). Acho que não, mas tive oportunidade de conviver algum tempo com várias pessoas que, eventualmente, “soltaram” uma lição no ar para eu pegar.
Um exemplo… lembro-me bem de um professor que me ensinou uma das coisas mais importantes. Uma frase que resume bem como você deve viver: “Você está morto se parar de aprender” (algo assim nessa linha). Claro, de que adianta viver, se não quer aprender mais nada? Como consequência, minha filosofia de vida é a busca incessante do conhecimento, já que sou uma eterna insatisfeita com relação a aprendizado.

Agora, hoje em dia, será que está difícil de achar um mestre e aprender mesmo? Com essa profusão de “gurus” de qualidade duvidosa nos tempos modernos…. Há, de fato, muitos mestres bons, basta ficar só de olho aberto para reconhecê-lo.

E você, se recorda de algum mestre e/ou lições aprendidas?

Anúncios

Sobre giseli

Eu: Engenheira, sedenta por bits e chocólatra assumida. Além de ser fã de IAs, principalmente Wintermute e HAL9000
Esse post foi publicado em Eu, Pensamentos. Bookmark o link permanente.

7 respostas para Mestres e suas lições

  1. Eu tive vários. Um, na época que eu era comunistóide, me disse assim: “O problema com vocês, pseudo-comunistas, é que vocês querem mudar o mundo, mas não conseguem sequer mudar a si mesmos”.

    Esse cara aliás era um gênio, inteligente pra caramba, foi um ótimo professor e chefe.

    :** Gi

  2. tarsischwald disse:

    Concordo contigo. Pior ainda é essa tentativa de dar um novo layout aos antigos mestres, tipo “Jesus o maior psicólogo” e afins.

    No final das contas, acho que o melhor que um mestre pode nos ensinar é como olhar para dentro de nós mesmos.

    Beijo

  3. giseli disse:

    Fernando,
    Realmente é difícil de mudar a si mesmo! Queria ter conhecido esse seu mestre 🙂

    Társis,
    Você já viu a quantidade de coisas de gurus lá nas livrarias? :/ Principalmente na área de auto-ajuda e de economia…

    []’s!

  4. ademario disse:

    “Cada consciência evolui por sí.”
    O quer dizer tua consciência é teu mestre. Se viveres pregado as idéias alheias sempre terás de tudo meia sensação, meia direção e o que é pior meia compreensão.
    No aprendizado da vida Descartes é um mestre: Se partires da parte ao todo, tendes a conhecer mais do caminho, do que se te conduzires em sentido inverso.

    Ademário. – 01/fevereiro/2008

  5. giseli disse:

    Sábias palavras, Ademário,
    Concordo com você que, acima de tudo, nossa consciência é nosso próprio mestre. Mas acho que de vez em quando, principalmente quando a pessoa não se dá conta de seu mestre interior, ela precisa de alguma lição que a direcione para dentro de si mesma e começar a ouvi-la (a consciência). Essencialmente os mestres servem para ajudarem a encontrarmos nosso próprio mestre dentro de nós.
    Mas claro que devemos evitar ficar só com as lições do “lado de fora”, como você bem disse!

    []’s!

  6. Jorge disse:

    Oi Giseli,
    esse negócio de mestre é complicado, mestre é quem ajuda você a aprender, a descobrir, a traçar o seu caminho; nesse sentido a nossa vida está sempre cheia de mestres, é só uma questão de prestar atenção.

    Quanto a esses livros de auto-ajuda, putz já vi coisas do tipo, “Os Segredos de Administração de Átila, o Huno” !!!! Sinceramente, eu ainda prefiro o Dilbert… 😉

  7. giseli disse:

    Jorge,
    Tenho um livro do Dilbert, bem informativo mesmo 🙂
    Fico imaginando alguém seguindo as técnicas de administração do Átila. Deve ser algo como pilhar, saquear e queimar os concorrentes e os departamentos rebeldes rs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s