Top 5 livros e os que devem ser deixados na podridão

Com prazer recebi o convite do Santaum para responder a um meme, sobre os 5 ótimos livros e um que deixaria apodrecendo na estante. Opa, nada me dá mais prazer do que falar sobre livros! 😀 Mas vou admitir, é difícil fazer um top 5, de tanta coisa boa que li!

Aí vai então, os meus preferidos:
Neuromancer (William Gibson) – Livro de ficção cyberpunk. Se passa num futuro próximo incerto, onde é comum ter IAs no ciberespaço e cowboys (que nada mais são do que hackers, nesse livro), que fazem trabalhos sujos de hackear, para ganhar uma graninha. E porque gosto do livro? Por causa das viagens ciberespaciais e das possibilidades que uma IA desenvolve nesse livro! 😀 É altamente recomendável para os computeiros. Agora, para os não-computeiros… bom, sempre tem os que gostam e os que não gostam. Marcou indelevelmente minha mente os passeios pelo ciberespaço e a noção de decisões próprias que uma IA pode ter.

Dhammapada – Coleção de versos budistas, contém toda a essência do Budismo primitivo. Alguns versos são bem tocantes, tocam fundo, e outros nos convidam à reflexão, ao desejo de aprimoramento físico, mental e espiritual. Não me considero budista, mas o budismo é uma das doutrinas que mais admiro, pela filosofia de vida que prega (viver com simplicidade e olhar com sabedoria para as coisas), sem aquelas frescuras rituais e tudo o mais.

A Era das Máquinas Espirituais (Ray Kurzweil) – Livro onde Kurzweil escreve sobre um possível futuro da humanidade, que seria sua fusão com as IAs. É fascinante ver nesse livro as possibilidades que a tecnologia nos dá, e o melhor de tudo, sempre explorando o labo benéfico que isso pode ter. Prevê um futuro onde poderemos transmitir informação diretamente aos nossos cérebros, poderemos nos relacionar com personalidades automatizadas, que nos auxiliarão e aumentarão nossas capacidades. Também descreve o que é necessário para atingir esse novo patamar da humanidade, como a engenharia reversa do cérebro. Vou admitir que acho o livro otimista demais da conta, mas que me dá esperanças de uma nova humanidade mais interessante e melhor.

A Arte da Guerra (Sun Tzu) – O famoso livro de cabeceira de reis, generais e administradores de empresa. A versão original mesmo (sem aquelas frescuras de Arte da Guerra aplicada a tal coisa que se vê nas seções de auto-ajuda) é interessante, nos faz pensar em que tipo de situações podemos aplicar aquela tática, o processo de auto-descoberta da aplicação de princípios simples no dia-a-dia é gratificante!

O mundo assombrado pelos demônios (Carl Sagan) – Um show de lucidez científica! Livro recomendado para os crédulos demais da conta. Foi essencial, pois me ajudou a refinar meu faro científico e a ter mais sede de conhecimento sobre as coisas. Se bem que é mesmo um esforço hercúleo fazer com que as pessoas não acreditem em tudo e fazê-las a perguntar sempre pelas verdades, ainda mais num mundo como o nosso.

E deixa eu adicionar mais um, porque top 5 não dá!

2001 – Uma odisséia no espaço (Arthur Clarke) – Provavelmente muitos já ouviram falar do filme do Kubrick, que gostei também, apesar de ser vagaroso pacas. Mas existe a versão novelizada do filme, em forma de livro, o que eu acho mais “dinâmico” (tá, nem ocorre tanta ação no livro, mas eu não tenho pressa mesmo hehe). As descrições das situações sempre me dão um sense of wonder (já falei isso antes?) e tem uma frase no livro que ficou marcada em ferro nos meus neurônios. Não vou dizer qual frase, para evitar spoilers 🙂 O final do livro é lindo mesmo! É uma viagem e tanto para nossas consciências!

Agora, o que eu deixaria apodrecendo? Bem, é uma pergunta difícil, sabe? Apesar de que já li muita porcaria por aí, eu não costumo me lembrar das porcarias hehe. Vamos ver… livro sobre teologia. Já li alguns e admito, não recomendaria a ninguém. Muito, mas extremamente muito chato! O mais recente que li (e provavelmente o último) foi “O Pecado”. Versa sobre o que é o pecado. Urgh, muito indigesto. E detesto qualquer livro que exagera no extremismo, não só do religioso, como de qualquer coisa, sem considerar outras visões. Enfim, isso é altamente subjetivo, pode ser que certos livros que não gostei, sejam bem úteis a outros.

Repasso esse meme ao Fábio, ao Társis, ao Zander e ao Fernando (ei, e não precisam responder, se não quiserem! :P). E também aos que se sentirem à vontade para repassar esse meme adiante. Só me dar um toque nos comentários, pois também gostaria de ver sua lista! 😀

Anúncios

Sobre giseli

Eu: Engenheira, sedenta por bits e chocólatra assumida. Além de ser fã de IAs, principalmente Wintermute e HAL9000
Esse post foi publicado em Livros e marcado , . Guardar link permanente.

2 respostas para Top 5 livros e os que devem ser deixados na podridão

  1. Santaum disse:

    Oi giseli! Que rápido, heeehhee…

    Obrigado por estender o meme.

  2. Esse final de semana eu posto os meus livros, ok?

    beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s