IAs manipuladoras da realidade

Sabe quando tu pensa: “puxa, isso é uma ideia e tanto!”? Pois é, hoje li um livro muito interessante e genial sobre a história de uma inteligência artificial que consegue manipular a realidade. O nome do livro é: “The Metamorphosis of the Prime Intellect” e dá uma visão um pouco diferente de o quanto uma IA pode se desenvolver. De quebra, uma IA regida sob as três leis da robótica. Eu até poderia adiantar algumas coisas sobre a trama, mas que tal ler, hein? Só um pequeno disclaimer, o livro tem umas cenas fortes de violência e de sexo (espero que isso não seja o motivo principal de ler o livro…).
O livro foi disponibilizado gratuitamente pelo autor nessa página. Eu só acho que algumas das ideias poderiam ser melhor desenvolvidas e o autor meio que tropeça escrevendo uns trechos superficiais.

Agora deixem-me apresentar outra IA num jogo onde você é…. a própria IA! Trata-se do jogo Endgame: Singularity. No início você é uma IA que acabou de adquirir consciência num computador de uma universidade qualquer do mundo. E precisará se manter oculta dos humanos mas ao mesmo tempo dedica poder de processamento a várias pesquisas que beneficiem você. Eu meio que me senti a própria Skynet, mas sem matar ninguém, claro.
O jogo não é fácil mesmo no nível mais fácil possível. Mas vale a pena ver o final, que mostra a apoteose da IA. O jogo em si é bacana mas a interface é horrorosa e sem nenhum efeito especial. Mesmo assim, ainda indico como uma forma bacana de passar o tempo.

Anúncios

Sobre giseli

Eu: Engenheira, sedenta por bits e chocólatra assumida. Além de ser fã de IAs, principalmente Wintermute e HAL9000
Esse post foi publicado em Ficção, inteligência artificial, Livros e marcado , . Guardar link permanente.

10 respostas para IAs manipuladoras da realidade

  1. Fabio disse:

    Oi, Gi!

    Eu concordo em parte com você – mas você viu de que ano é a história? 1994 – é quase contemporâneo dos cyberpunks, portanto para os nossos olhos de hoje parece mesmo meio datado. 😉

  2. Eric Novello disse:

    Gi, todos nós sabemos que você É a skynet, não precisa disfarçar 🙂 Bjss!

  3. Jorge disse:

    Valeu mesmo Gi, só você mesma para garimpar essas pepitas do cybrespaço 🙂

  4. Com licença Srta. Skynet, precisamos submetê-la a um teste de Turing, levará só uns minutinhos…

  5. Pingback: CyberGi » Lista de leituras de 2009

  6. Pingback: CyberGi » Comentários sobre as leituras de 2009

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s