Seu cientista particular

Para os que têm como sonho de consumo ter uma IA de estimação, taí uma: Eureqa.

Basicamente, o que ele faz? Essa gracinha é capaz de deduzir leis físicas a partir de um conjunto de dados experimentais, utilizando algoritmos de aprendizado de máquina para descobrir a matemática por trás dos dados. De acordo com o post do Wired, o programa é derivado de um estudo de como robôs poderiam se auto-reparar.

O software conseguiu deduzir a segunda Lei de Newton! Fiquei mesmo impressionada com isso. Ainda não fiz os testes no bicho, afinal, tem que ter um conjunto de dados brutos, mas fico imaginando se poderia ser experimentado pelo pessoal da física de partículas. Por exemplo, o LHC, na sua capacidade máxima, vai gerar uma quantidade monstruosa de dados brutos. Será que o Eureqa poderia acabar deduzindo as leis por trás do Modelo Padrão? Ou destruir o modelo, ao descobrir um conjunto melhor de leis que descrevam exatamente onde se acha o elusivo Higgs?

O robô está sendo usado na microbiologia, para dar pontos de partidas para novas hipóteses sobre as propriedades de sistemas biológicos. O programa também pode identificar “buracos” nos dados e recomendar novos experimentos para preencher esses gaps. Uau!

Pelo que li no post, ele só é capaz de deduzir leis simples. Talvez essas descobertas de algumas leis simples abram caminho para estender os modelos e completá-los. Não estou dizendo que as IAs vão substituir os cientistas, apenas vão ser valiosos assistentes. Melhor ainda, assistentes que não vão reclamar se você tiver uma ideia às 3 horas da manhã! 😛

Acho arriscado tentar prever o rumo do campo de aprendizado de máquina, mas no futuro, não seria muita surpresa para mim se uma IA conseguir unificar a mecânica quântica com a relatividade… e a Skynet dominar.

Está bem, vou é ficar impressionada e com o queixo caído.

Via Wired.

Anúncios

Sobre giseli

Eu: Engenheira, sedenta por bits e chocólatra assumida. Além de ser fã de IAs, principalmente Wintermute e HAL9000
Esse post foi publicado em inteligência artificial e marcado . Guardar link permanente.

4 respostas para Seu cientista particular

  1. Ricardo França disse:

    Grande Gi,

    Quando você citou a forma do programa chegar às soluções eu pensei cá com meu zíper: “Isso está um tanto om cara de programação genética …”.

    Daí, curioso que sou baixei o programa agora e ao testar os menus me deparei com uma caixa p/ seleção de parâmetros de… Genetic Programming (que é um dos 4 “sabores básicos” dos algoritmos evolucionários).

    Ao que me parece ainda depende de entrada de dados puramente numéricos mas quando incorporar ferramentas de programação algébrica e semântica, sai de baixo…

    Obrigadíssimo pela dica Gi, e assim que puder vou testar com uns dados de mapa de fase obtidos dos meus interferômetros (quero ver se ele descobre a fase certinho no meio daqueles dados ruidosos…)

  2. Ricardo França disse:

    Xi, Gi. Fiquei te devendo um retorno aqui. Foi mal.

    Só pro teu questionamento não ficar absolutamente no vácuo, apesar de eu ter estado meio parado com os testes, o que eu já consegui identificar é que é um bom um sistema de modelagem de dados numéricos. Como eu tinha dados relativamente bem comportados em termos de descrição funcional de variação de intensidade seguindo periodicidades senoidais o raio do programim aproximou bastante bem, mesmo com os inevitáveis ruídos incorporados, a senóide de base com suas fases bastante corretas.

    O problema é que como todo método de computação evolucionária é intensivo em tempo de computação talvez ele possa não servir para suporte em sistemas de resposta rápida (como os necessariamente presentes em sistemas de controle, p.ex.).

    Uma vantagem, porém, é que a computação mostra não só o caso de menor erro como todos os casos mais prováveis testados (que tenham uma descrição funcional distinta). Mas ainda tive que garimpar um pouco os dados de saída.

    Por exemplo, sabemos que o argumento da função senoidal varia entre 0 e dois Pi, e depois repete o padrão mas o programa achou em distintos momentos para senóides similares argumentos com valores absolutos bem diferentes (mesmo que em última análise produzindo resultados corretos em ambos os casos), pelo fato de não precisar explorar uma variação de um número se este é um dos possíveis que possam resultar em um mesmo valor final (isto inclusive costuma ser uma das características deste tipo de meta-heurística).

    Depois se eu conseguir explorar as versões mais recentes eu talvez possa elogiar mais a amigabilidade ao usuário desta pérola de software free.

    • Giseli Ramos disse:

      Ricardo, sem problemas! Eu sabia que tu ia responder mais cedo ou mais tarde 😉 Legal receber seu feedback, eu estava mesmo curiosa para ver se a IA fez mesmo o trabalho direitinho! Até que foi um resultado bom para o início, não? Vamos ver se eles melhoram mais ainda nas próximas versões e valeu pelo comentário!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s